Saiba porque é um grande negócio ter uma SUBadquirencia

Saiba porque é um grande negócio ter uma SUBadquirencia

Que tal criar uma Fintech ou incluir esse modelo de negócio em sua empresa?

Bem sabemos que esse mercado está superaquecido, muitas startups e fintechs estão surgindo para resolver problemas diversos na área financeira e claro em outros segmentos também.

Em nosso primeiro Ultratalks , nosso convidado especial foi o Eduardo Gouveia , atual investidor e membro do conselho em diversas empresas/startups e ex CEO da Cielo/Alelo/Multiplos.

Neste evento Gouveia falou sobre os principais diferenciais para que uma Fintech possa se destacar: ter muita resiliência, “sangue nos olhos”, experiência corporativa, inclusive, tendo falhado uma ou duas vezes, não adianta apenas uma apresentação em Powerpoint sem vivência, sem erros e acertos.

Outro ponto de grande importância é ter uma “dor do cliente”, um problema que necessite de solução, não adianta inventar algo que não tenha demanda ou necessidade no mercado, considere até mesmo um nicho ou uma região específica, nestes casos, pode haver ainda mais oportunidade.

Um time competente é essencial! Comprometido, com perfil empreendedor e aberto a colocar a mão na massa, que reconheça e aprenda com os erros para buscar novas alternativas e soluções.

Ter um investidor/funding também ajuda muito para alcançar resultados mais rápidos.

Para as fintechs do segmento de subadquirência, é de suma importância ter foco total em diferenciar-se por meio de serviços, pela entrega de valor ao cliente, brigar por taxas e tentar se igualar aos adquirentes é, praticamente, impossível e muito desgastante. A empresa vira comodity e, dessa forma, perde oportunidades por não ter taxas/preços atrativos.

Ao criar maior valor para o cliente, ter maior flexibilidade e a possibilidade de oferecer produtos customizados para necessidades específicas, com foco em nichos, segmento ou região geográfica e que, muitas vezes, não são atendidas pelas adquirentes, a possibilidade de sucesso é grande!

“A sub que resolve um problema, tem um nicho, um segmento ou uma região geográfica específica, ou ainda um atendimento diferente, é super vencedora. Para resolver só um problema de preço vai ter muita dificuldade pois já parte pela carga de preços da adquirente, riscos de antecipações e liquidações”.

Eduardo Gouveia

Com relação às vendas online e os riscos de fraude, é fundamental que o tema cyber segurança esteja totalmente em foco para os negócios online. Um Gateway para fraude e nível de aprovação, para que não haja perda de vendas e nem um volume alto de fraudes e chargebacks. Security by design deve ser planejado durante o projeto de criação da solução.

E vale a pena investir no mercado de Meios de Pagamentos? Vale a pena! Comentou Gouveia – esse segmento ainda é promissor, especialmente, ao considerar o conceito de não fricção e as oportunidades de fragmentação que vem surgindo apesar da grande concentração nos negócios bancários e de adquirência.

Quer saber mais sobre esse mercado e as oportunidades para criar uma empresa Subaquirente ou White Label?

Escreva para gente e vamos trocar muitas ideias sobre projetos e fintechs! contato@ultralinks.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Siga as redes sociais para explorar nosso espaço